18 de jan de 2011

Os Filhos de Deus


"Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus" (1 Jo 3;1)

Eu sempre admirei essa palavra. "Como pode, eu, pó da terra, ser chamada "Filha de Deus"?". Pensava nisto frequentemente quando buscava -desesperadamente- conhecer ao Senhor Jesus e ser batizada com o Espírito Santo. Hoje, porém, eu entendo o significado desta palavra, continue lendo e no final eu vou explicar. Foi assim que fui batizada com o Espírito Santo...

Era uma noite de quarta-feira, e Jesus tinha falado forte em meu coração, então, a partir daquele dia, tinha decidido segui-Lo e acima de tudo conhecê-Lo - do que adianta servir um Deus que eu não conheço? -. No mesmo dia, a responsável do Força Jovem, disse que tinha pensado em mim e na minha irmã o dia inteiro, e me chamou para participar do grupo, nem pensei duas vezes, na hora aceitei - "Jesus está me dando uma oportunidade de conhecê-Lo!"-.

Nos meses seguintes, eu buscava o Espírito Santo de toda a minha alma e com toda a minha fé, já tinha me batizado nas águas, e amava tudo que envolvesse o meu Deus. Porém, isso não é o suficiente.

Quando alguém entrega a vida a Deus, ele a perde certo? "Quem quiser preservar a sua vida perdê-la-á; e quem a perder de fato a salvará." Ou seja, se eu verdadeiramente entregasse a minha vida para Deus, ele me salvaria, caso contrário...

Muitos acreditam que um simples "eu te entrego a minha vida, Jesus" é o bastante para ser salvo, sinceramente, pessoas que pensam assim, estão muito longe de fato entregar a vida a Jesus. Não é tão simples assim... Você deve viver para honrá-Lo, glorificá-Lo e fazer a vontade d'Ele - e somente a vontade d'Ele. Quando eu fiz tais coisas, Deus começou a me responder, porém, eu ainda não tinha sido batizada.

Eu aprendi algo muito importante naquele tempo: não adianta ficar dizendo 'Jesus, eu te amo' o dia inteiro, e não desabafar, não se humilhar, não contar à Ele o que realmente você está passando...

Certa vez, o pastos pediu para todas as pessoas que queriam ser cheias do Espírito Santo, fossem em frente ao Altar, então, pela primeira vez eu realmente conversei com Deus, como se Ele fosse meu Pai. Eu ouvia as pessoas sendo batizadas e eu mesma não era, então resolvi desabafar com Deus. Eu não conseguia parar de chorar, em meio aos soluços e as lágrimas eu disse como me sentia, perguntava o que faltava para conhecê-Lo, pois não aguentava mais, orar dia e noite, e não ser respondida. No dia seguinte eu fui batizada com o Espírito Santo. Não há palavras para descrever.

Voltando ao versículo citado acima, quem conhece a Jesus, é filho d'Ele, e tratado como filho, pois a vida de quem se sacrificou por Jesus, é ganhar almas - exatamente o que Jesus fez -. Se você quer ser um filho de Deus, entregue a sua vida de fato a Ele, seja humilde na presença d'Ele, e certamente, Ele o responderá.

Um comentário:

  1. Olá flor... Ví um comentário seu em meu blog, já faz um tempinho... Resolví dar uma passadinha por aqui para lhe agradecer pela visita que fez! :)

    Seu blog também é muito bom viu, gostei mesmo das suas postagens... Que Deus continue te usando cada dia mais e mais para falar a Palavra da Verdade, contando suas experiências e orientando as pessoas de como ter esse encontro com o Senhor Jesus!

    Não se esqueça: você é pedra preciosa nas mãos de Deus! ♥

    Um grande abraço... Na fé!

    ResponderExcluir