29 de mai de 2010

Nossa, que linda!


Um certo dia, quando estava na escola, sentei com duas amigas. Uma conhecida de aproximou de nós para conversar. Ela tinha o cabelo longo e loiro, seu corpo era bonito, sua voz também, ela sabia se maquiar e se arrumar...


Quando ela virou as costas uma das meninas disse: "- Nossa, ela é linda!"


Aquilo foi uma facada em mim! Por mais que não deixasse ninguém perceber. Era difícil para mim aceitar que eu não era tão "bonita" quanto ela. O diabo sempre tocou nesse ponto comigo, ele sabia que esse era meu ponto fraco...


No mesmo dia, quando ninguém estava por perto, decidi desabafar com o meu Pai, "- Ele pode resolver isso!" pensei eu. Bem, até tinha sentido pensar daquele jeito, afinal, Ele é o Criador dos céus e da terra, Ele poderia me deixar mais bonita, certo? Errado. Acho que Deus ficou até chateado comigo por ter pedido isso ...


Havia algo em mim que muitas queriam e poucas conseguiam, algo que nem mesma aquela menina linda tinha. Eu possuía o Espírito Santo, eu tinha (tenho) a minha salvação eterna, minha vida estava a disposição de um Deus Todo-Poderoso, e se já não bastasse, Ele fazia questão de resplandecer em mim, e de mostrar para todo o mundo o quanto Ele me amava, e que de fato, eu era filha Dele.


Deus me criou com Suas próprias mãos, Ele desenhou cada detalhe do meu rosto, do meu corpo, de tudo em mim... Como Ele é maravilhoso! E como eu sou ingrata! Como eu poderia recusar a tamanha beleza que Deus desenhou? Como eu poderia ficar apontando defeitos nas obras das próprias mãos de Deus?


Me achar feia, chegava a ser um insulto as obras de Deus. Mas por que será que mesmo assim, eu continuava me achando... Não tão bonita? Bom, eu não cuidava de mim, eu não gostava de escolher minhas roupas a dedo, eu não gostava de me maquiar... Eu não cuidava da obra de Deus. O que acontece quando descuidamos de algo? Aquilo só vai "enferrujando", empoeirando, etc.


Foi difícil para mim reconhecer que eu não me cuidava... Mas isso não me impediu de tomar uma decisão. "Nunca mais vou dizer que sou feia! Por mais que seja tentada em fazê-lo!"


Minha vida mudou drasticamente depois dessa decisão. Eu tinha prazer em me arrumar, em me maquiar, em cuidar dos meu cabelo ...


As pessoas começaram a repara algo diferente em mim, a única coisa que fazia em meu cabelo era tratá-los, comecei a usar roupas descontraídas (do jeito que eu gosto!), amava me maquiar, etc.


Eu permiti que o Espírito Santo resplandecesse muito mas em mim! Embora minhas roupas fossem descontraídas, eram discretas, assim como todo o resto... Literalmente, havia algo em mim que aquela "menina linda" não chegava nem perto de ter!


Ter o cabelo curto deixou de ser um problema, as terríveis espinhas foram solucionadas, e toda aquela minha "feiura" foi embora quando tomei aquela importante atitude!


Por favor, não pense:" Ela não me conhece, por isso está dizendo isso." Na verdade, sei muito bem do que estou falando e me recordo muito bem de toda aquela dor desnecessária. Sim, desnecessária.


Não critique a obra que Deus fez! Reconheça sua beleza, e cuide dela, não a deixe "enferrujar", dê espaço para o Espírito Santo resplandecer.


Afinal (se você é filha Dele) é exatamente isso que Ele quer... Resplandecer.

28 de mai de 2010

Imitadoras

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados" (Efésios 5;1)

Na verdade, nunca entendi ao certo essa palavra, afinal, eu nunca poderia me "igualar" a Deus, Ele é maravilhoso demais! Foi Ele que me criou, foi Ele que me salvou. Eu nunca poderia ser "igual" a Deus.

Talvez, esse seja o problema de muitos de nós, não conseguimos entender o porquê disso, vemos na bíblia que devemos ser iguais a Deus, iguais ao Senhor Jesus...

Vamos analisar bem o que Ele quis dizer com isso, Ele usou essa palavra com dois significados: "Seguidoras" e "imitadoras". É exatamente isso que Deus quer! Que sejamos seguidores Dele! Mas não apenas isso, não adianta seguir a Deus e também ao diabo. Nós devemos nos espelhar no Senhor Jesus, em todas as atitudes que Ele tomou.

E por que será que existem muitas pessoas que não conseguem fazê-lo? Simples, não são filhos de Deus, não são Seus filhos amados.

As pessoas querem ser de Deus e ter os benefícios que um filho Dele tem, mas não querem sacrificar por isso. Por mais que exista esse desejo dentro delas, não as colocam em prática.

Aprenda uma coisa: Deus é justo. Ele nunca permitiria que um incrédulo fosse comparado com um filho Seu, Ele não o trataria igual.

Ser filho de Deus, é chegar ao ponto de sacrificar a própria vida por Ele, agora, uma pessoa que está em "cima do muro", não merece ser tratada como um filho.

Se você quiser ser filho de Deus, terá que sacrificar sua vida por Ele,- assim como Ele fez por nós.

Tome uma atitude, ou Deus ou o diabo, os dois não dá!

Louise C.
( escrevi isso numa folha de caderno e dei a uma amiga)

- O que você achou Larissa?
- Muito legal Louise! O final tem a ver com você.
- Como assim? - li o que estava escrito no final, e percebi: ela tinha razão. Eu escolhi a Deus, eu sacrifiquei todos os meus sonhos por Ele, com apenas um propósito: ganhar almas.




27 de mai de 2010

Ahhhh, não!

Um dia, depois do meu curso (de 7 hrs aos 18 hrs) peguei o ônibus. Estava lotado, mas mesmo assim consegui um lugar. Estava muito cansada, e a única coisa que queria era chegar logo em casa!
­
Até que entrou uma senhorinha e não tinha mais nenhum lugar para ela sentar, logo veio a minha cabeça:" levanta!". Minha resposta: " Ahhhhh não!". Achava que um outra pessoa daria um lugar para ela. Ninguém deu.
­
E então aquela mesma voz disse:" Onde está o seu amor pelo próximo? Onde está o seu amor ardente? Não é isso que você escreve? Como você pode contrariar o que você mesma diz?". Fiquei pasma.­

Logo compreendi uma coisa: Deus estava pedindo para mim, não para os outros, era um dever meu, e se caso eu não obedecesse... bom, estaria desrespeitando meu próprio Pai. Levantei imediatamente, o sorriso da moça foi de "orelha a orelha". Ela fez questão de ser o mais simpática possível, pediu para segurar meus cadernos... e não deu nem 10 minutos e a moça que estava ao seu lado levantou. Logo, ela disse assim:" Aqui minha filha, toma seu lugarzinho."
­
Nós fomos conversando o caminho inteiro! Conseguia sentir a tamanha felicidade do Espírito Santo, afinal, eu tinha escutado a voz de Deus, e também, tinha obedecido.
­
É exatamente isso que Deus faz, esse é só um pequeno exemplo. Eu levantei, mas logo em seguida, Ele deu meu lugar de volta e ainda uma moça muito simpática para conversar. Ele pede, mas quando você escuta e obedece, Ele dá o que era seu de volta e não somente isso, Ele dá muito mais do que você pede. (essa palavra tocou forte no meu coração!)
­
Se todos nós obedecêssemos a Deus, bem... nossa vida já estaria lá na frente. Não é fácil você entregar algo que tenha valor para você, não é fácil entregar algo que você tenha ciúmes, ou que você é apegado. Mas é isso que Deus quer de você, Ele quer que você O obedeça. É difícil, mas a recompensa é muito maior.
­
Faça um teste com Deus, peça a Ele para te provar isso, e então, escute a voz Dele e o obedeça. Acredite, você vai se surpreender! (eu me surpreendi!)

26 de mai de 2010

Sim, você pode

Você pode sair com seus amigos, você pode ir a bailes, você pode beber, você pode fumar, você pode se drogar, você pode ir a haves, você pode se divertir ... só não se esqueça disso.

" Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas estas coisas Deus te pedirá contas" (Eclesiastes 11;9)

O que agrada aos seus olhos? As festas? Você pode ir quando um amigo te chamar. Ah, são as más companhias? Tudo bem, você pode sair com eles ... só não se esqueça, que pode ser tarde demais para se arrepender.

Lembro, que quando era mais nova estava afastada da igreja, aliás, pensava que Deus tinha sido só uma "fase" da minha vida... que erro!

Eu gostava de sair, sim eu amava! Eu adorava dançar, até que um dia aconteceu algo que não estava em meus planos... senti Deus decepcionado comigo. Foi horrível. Eu estava dançando com um "amigo", ele ficou assustado quando me viu, ele não devia ter entendido a minha preocupação, o meu arrependimento. Depois daquele dia, não voltei para a igreja - é, não voltei. Mas paguei o preço por isso, paguei o preço de ter me "divertido" e ter esquecido de Deus. A cada dia que passava, eu ficava vazia e vazia... escutava música a noite inteira, e me enchia de coisas que só ia me deixando mais vazia.

Não foi nada fácil me libertar disso. Mas eu paguei o preço, Deus teve misericórdia de mim, mas mesmo assim, Ele é justo, eu não deixaria de pagar o preço pelo que fiz por ter nascido na igreja, ou porquê me arrependi mais do que outra pessoa... não.

Depois de ter pago o preço, eu só conseguia ter nojo de tudo aquilo... eu não entendia como conseguia fazer tudo aquilo! Aos meus olhos, uma have era uma das coisas mais diabólicas que eu conhecia, feitas especialmente para atrair os adolescentes, e os bobos sempre caíam na armadilha!

Preste atenção numa coisa:" Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho prazer neles." (Eclesiastes 12;1). É isso que Deus não quer que aconteça com você!

Olhe para a vida de uma pessoa, que desde a adolescência fez tudo de errado. Ela está feliz? Ou aparente estar? Vai em frente, responda essas perguntas e vai entender o que eu estou falando.

24 de mai de 2010

Até quando?

Certa vez, havia uma moça muito bonita, inteligente... e todos acreditavam que ela era fiel a Deus, afinal, seu comportamento era exemplar e ela sempre estava na igreja.

Um dia, ela foi a igreja num domingo e então, escutou algo que nunca tinha escutado antes, "até quando você vai ficar em cima do muro?". Foi exatamente isso que Deus disse. Ela ficou assustada, pensava:" como o pastor sabe disso?". Não era o pastor que estava dizendo isso. Era Deus.

Ninguém sabia da sua " vida dupla", ela ia para igreja, mas também ia para o mundo, tinha amigos mundanos, fazia a vontade do diabo, etc. Ela amava o mundo. " Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;" (1 João 2;15). Isso é algo terrível.

Mas mesmo assim, Deus, com a sua infinita misericórdia, deu a ela a oportunidade de "sair do muro". Ela teria que escolher: Deus ou o diabo. Ela escolheu o diabo. Ninguém conseguia acreditar naquilo.

Ela ficou 3 meses fora da igreja, e quando voltou... estava em prantos, arrependida, frustrada... sua vida estava um caos.

Assim, tem sido a vida de muitos. Eles querem fazer a vontade de Deus e a do diabo também - principalmente a do diabo. Eles ficam em cima "do muro" e não tomam uma decisão. Ou Deus ou o diabo. Você sabe por que deve escolher? Não tem como agradar a um Deus Todo-Poderoso, e agradar ao um demônio tão miserável, tão desgraçado, não tem como! Se você for filho de Deus o diabo irá te perseguir até o fim! E se você for filho do diabo, bem ... acho que não preciso falar.

Deus nunca permitiria uma pessoa que está em cima "do muro" ser comparada com um filho Seu. Nunca. Ele não é injusto, ele jamais trataria essa pessoa como um filho Seu, pois ela não escolheu a Ele, e sim ao diabo. Essa é a verdade.

Preste atenção nisso:"Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica a justiça não procede de Deus" (1 João 3;10). Ou é ou não é, ou você é filho de Deus ou não é, simples assim.

23 de mai de 2010

Morra eu,


"mas se for pra sair daqui envergonhada, derrotada, eu prefiro que o Senhor me mate. Não estou me sacrificando á toa, e o Senhor não é um Deus cego, surdo e mudo para que não esteja vendo o que estou fazendo."

Foi isso que falei a Deus hoje de manhã na igreja. Eu estava chorando, conseguia sentir uma fé ardendo em mim, conseguia senti-Lo. Isso não era o bastante. Meu choro era de revolta, não bastava pra mim senti-Lo e não ver sua glória em minha vida. Não aceito isso.­

Se todos escutassem a voz de Deus, e confiassem Nele, não estariam passando pelo que passam hoje. Se todos conhecessem a Jesus, se todos tivessem uma fé em chamas ... não seriam miseráveis. Não aceitariam isso. Então o que eles fariam? "Ofereceis sacrifícios de justiça e confiai no Senhor" (Salmos 4;5). É exatamente isso que eles fariam!

Não basta apenas confiar e não basta apenas sacrificar, você deve andar com as duas pernas, orando, jejuando, sacrificando e confiando. É isso que uma pessoa convertida faz! É assim que ela age! Ela não aceita conhecer um Deus Todo-Poderoso e continuar como está! Ela não aceita ter uma fé ardente, e não ver seus sonhos se realizarem! Deus não é injusto para que não esteja vendo o sacrifício dela! Então, Ele vai lá e a abençoa, faz seus sonhos "impossíveis" se realizarem e mais uma vez, aquela pessoa sai honrando e glorificando ao seu Deus, pois Ele não é um Deus de pedra. Ele é um Deus vivo! Se todos pensassem assim ...
­
Vou te dar uma prova que meu Deus é vivo, quando cheguei em casa Ele disse isso para mim:" Comereis abundantemente, e vos fartareis, e louvareis o nome do Senhor, vosso Deus, que se houve maravilhosamente convosco; e o meu povo jamais será envergonhado."(Joel 2;26) Deus me escutou.
­
Aprenda uma coisa: Deus não quer te ver derrotado, fracassado, não, não e não!! Ele é o mais interessado em você, por mais que você faça mil e uma coisas que O desagrada. Você não O conhece, pois isso leva essa vida. Me desculpe, mas é meu dever falar a verdade. Eu sou uma das pessoas que mais quer te ver vencendo na vida (por mais que eu não te conheça), meu coração pula de alegria quando alguém vem me contar um testemunho.

­Mas sabe o que é melhor do que ouvir um testemunho? Testemunhar. Você mesmo contar o seu testemunho e mostrar para esse mundo, que o seu Deus, é um Deus vivo e que Ele não envergonha o seu povo.