26 de jun de 2010

A grande silada

Lá estava ele. Meio loiro, olhos escuros, forte, aparentando ser sério, educado e estudioso. Ele anda com as melhores roupas, e seus amigos são disputados por todas- assim como ele. Eu queria ele... mesmo sendo nova.

Ele era do meu curso. E eu torcia a semana inteira, só para chegar sábado e poder olhar para ele o dia inteiro... Eu olhava para ele fixamente, e um dia ele notou. Então sempre que eu olhava, ele retribuía o olhar. Eu conseguia me sentir tão feliz! Era a melhor coisa do mundo para mim!

Até que um dia, na hora do almoço, ele foi almoçar no mesmo restaurante que eu. Mais uma vez, me senti realizada! Só olhar pra ele, já era um privilégio!

Quando voltei para o curso, ele já estava na sala, e o melhor: Só tinha um lugar do lado dele! E minha amiga estava bem atrás de mim, então era hora de atacar!

Pensando bem, eu deveria estar cega... Toda aquela beleza acabou assim que ele abriu a boca. Eu fiquei pasma. A cada 10 palavras que ele falava, 9 eram palavrão. Ele e seus amigos só falavam besteira, e o pior: ele parecia ter 5 anos. Olhei para a minha amiga, e ela disse:" Tem certeza que você gosta dele?" Tinha deixado de gostar naquela hora... Ele era tudo, menos o que eu achava o que ele era.

Eu me senti desiludida. Era como se meu mundo tivesse ido por água abaixo... Eu sabia muito bem, que ele não era da vontade de Deus pra mim, porém, eu não quis dar ouvidos ao que Ele me dizia, e olha só o que aconteceu.

Eu escutei uma voz nitidamente. Não era um garoto que parecia um menininho de 5 anos, esse era diferente. Ele tinha a voz doce, e Ele disse isso para mim:" Você não acha que eu tenho coisa melhor para você? Tem certeza, que é com ele que você quer ficar?"

Tudo começou a fazer sentido. Era por isso que Deus não queria, que eu tivesse algo com aquele menino. Ele sabia que iria me machucar, e mesmo assim, fui idiota o suficiente, para não O dar ouvidos.

Ás vezes, Deus tenta nos poupar de uma dor desnecessária, o qual não precisamos passar para amadurecer. Ele sabe muito bem o quanto vamos ficar chateados. E por que será que ainda sim, a maioria das pessoas, não O dá ouvidos? Elas preferem sentir toda essa dor desnecessária? Olha... eu não sei você, mais eu prefiro mil vezes ficar perto do meu Deus, do que cair numa silada dessas!

Pense um pouco, será que o que você está fazendo agrada a Deus? Será que Ele não está tentando te alertar? Escute a Sua voz, não O despreze. Você pode se arrepender mais tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário