23 de jan de 2011

Acorde, querida.

Há uns dias atrás liguei para uma amiga que estava afastada da presença de Deus, na esperança de convencê-la a voltar para o Senhor Jesus e se tornar filha d'Ele. Acho que ela deve ter pensado que eu não tinha mais nada de interessante para fazer na vida. Quando eu perguntava se ela estava entendendo, ela dizia um :"Arrã...", e deixou bem claro que não estava a fim de voltar para o Senhor Jesus. Eu insisti tanto, que pensei que ela mudaria de vida, no entanto, as palavras entraram por um ouvido e saíram pelo outro. Eu acho que tenho um complexo a forçar as pessoas a fazer a minha vontade, e isso não é nada bom...

Quando passamos por alguma luta ou desejamos muito algo, insistimos tanto e pedimos tanto à Jesus, porém, muita das vezes Ele não nos responde. Por que será? Se você for humilde o suficiente para reconhecer que não passa do pó da terra, continue lendo, mas se você não reconhece que só conseguirá algo na vida se Jesus interferir, - ou seja, se você acha que vai conseguir algo com a força de seus braços - pode parar por aqui.

Eu vou desvendar esse mistério para você: quando entregamos a vida a Deus e pedimos que Ele faça a Sua vontade em nossas vidas, Ele o faz - e isso não quer dizer que a sua vontade seja a mesma que a d'Ele. Pense bem, quem somos nós para conseguir alguma coisa sem Jesus? Se de fato você entregou sua vida nas mãos d'Ele, deixe que Ele resolva o que precisa ser resolvido, não da maneira que você quer ou acha melhor, mas da maneira que Ele quer, pois assim, -só assim- Ele será glorificado através de sua vida.

Portanto, se Ele não respondeu ao seu clamor, deixe que Ele faça da vontade d'Ele. Creia que Jesus não irá te desamparar, confie n'Ele,afinal, "...E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? " (Mateus 7;9). Se você realmente é filho de Deus, acha que Ele lhe dará uma pedra?

"Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR. " (Jeremias 17: 7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário