3 de mai de 2010

Eu te entrego!


"Meu Deus eu entrego minha vida nas suas mãos! Faça dela o que o Senhor quiser! Não vou mais ficar com o fulano, não vou mais beber, não vou mais fumar ..."
­
Muitas pessoas dizem isso. Colocam a vida nas mãos de Deus, e logo em seguida a pegam de volta. E quando "quebram a cara", voltam para Deus perguntando o por que Dele não ter feito nada para ajudá-la.
­
Mas como? Você não pegou sua vida de volta? Você não voltou a ficar com o fulano? Não voltou a beber e fumar? Isso quer dizer que você pegou sua vida de volta, como Deus pode fazer algo se sua vida não está nas mãos Dele?
­
Sei muito bem como é isso. Já fui assim. Colocava minha vida nas mãos de Deus e logo em seguida pensava: " Ah, mas eu sou muito nova! Ainda tenho que curtir muito!"
­
Não é assim que a maioria de nós pensa? E quando sentimos a mão de Deus pesando sobre nós, mais uma vez O perguntamos o por que daquilo. Isso é irritante.
­
Mas mesmo assim, chegamos a igreja escutamos aquela bela música, com as luzes apagadas, todo mundo O buscando e dizendo: "Meu Deus eu entrego minha vida nas suas mãos!" Então você vai e fala também, pensando que se você a entregar para Deus, seus problemas vão acabar!
­
Isso não é entregar a vida para Deus. Quando você se entrega, simplesmente para de fazer tudo aquilo que não O agrada, fica ali a disposição Dele 24 hrs por dia. Quando Ele o chama, você sem nem pensar obedece, quando Ele o repreende você abaixa a cabeça e pede desculpas, quando é humilhado sorri, porque sabe que se te tratam assim, é porque o diabo está furioso com você - o que quer dizer que você está agradando a Deus. É entregar seu futuro, sua juventude, e tudo mais nas mão Dele.
­
Não, nem todos estão dispostos a fazer isso. Na verdade, é a minoria. E é com essa minoria Que Deus pode contar! É essa minoria que faz a diferença! É essa minoria que por onde passa é o melhor. É essa minoria, que vai ir para junto de Deus quando Ele voltar.
­
Eu faço parte dessa minoria. Se você não está disposta a ser, não entregue sua vida a Deus para depois pegá-la de volta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário